Começar pelo fim

Tenho sempre muitas ideias para livros. Aponto as ideias e sei sempre como as histórias começam, mas é raro saber como vão acabar. Muitos escritores trabalham assim, confiantes de que, capítulo a capítulo, a conclusão chegará naturalmente. Para mim não funciona. Para mim é, cada vez mais, importante saber de antemão como todos os pontos se vão ligar, talvez porque os meus enredos têm sempre algo de misterioso para resolver. Portanto, o fim é fundamental para o arco da história, para que seja coerente, para que as motivações das personagens tenham um fio condutor.
Nesta série que estou a escrever decidi começar por delinear o enredo a partir do fim. Sei como vai acabar o último livro e também já escrevi o último parágrafo. Tenho bem definido o que vai acontecer a praticamente todas as personagens. Claro que dou margem para alterações, porque por vezes as personagens como que ganham vida própria e obrigam-nos a repensar os caminhos que tínhamos traçado para elas.
Comecei agora a escrever o segundo volume e fico mais descansada por saber como vai acabar. E estou a descobrir como é mais fácil inserir pequenas pistas ao longo do texto que prenunciam o que vem por aí. Tal torna o texto mais rico. O prazer da leitura é intensificado.
É um novo método de escrita que estou a pôr em prática. Vamos ver no que vai dar.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s